24 de mar de 2009

poemas 2o que direi de ti?,sou seu

O que direi de ti


Então o que direi de ti o santíssimo?

Alegrarei-me na tua justiça, me farei com cerva no campo,

Pularei de alegria na tua verdade

Tu honras os justos, e limpa o seu nome.

Tu deténs os malignos, envergonha os mentirosos, repreende o soberbo,

E destrói as maldades.

Tua bondade e justiça são grandes e aos homens conhece todos os seus

Pensamentos, tu sondas o seu interior.

O que eu direi de ti?

Se tu és inigualável, não há outro igual a ti providencia.

Uma mesa para mim no deserto, um oásis no meio do nada.

Fazes verter a água da roxa para eu beber.

Sublime é teu nome até nas alturas fiel es para com os teus santos

Lava-me e serei limpo, purifica-me e serei mais alvo que a neve.

Pois o meu Deus é, minha rocha e escudo, e para sempre nele.

Confiarei. Amém.

autora: Emanuela



Sou seu

Minha alma ti exalta com grande louvor, e ti clama porque Senhor eu sou teu.

Se me deito em minha cama penso somente em ti

Se me levanto,sei que contigo caminho

Se penso que estou só, teu espírito me diz que comigo estas.

Ti revelas nos momentos mais difícil da minha caminhada por isso digo sou teu

Tu és o meu pastor e nada me faltara, me faz deitar em pastos verdes e ali repousar.

Faz-me beber das tuas águas e guia-me pela tua verdade

Tu voz me alcançou por isso digo que sou teu

O Senhor minha alma ti clama, meus ossos ti suplicam, minha carne espera por tua presença, pois eu desfaleço.

Tudo em mim clama por ti, es meu refugio na hora da angustia eu ti adorarei.

Todos os dias de minha vida, pois só tenho prazer em ti por isso digo sou teu.

Se meu querer é viver para ti ,e desejo tocar-te,e lagrimas correm dos meus

olhos intensamente

É porque tens dominado todo meu ser, e o teu espírito habita em mim.

É por isso que te digo Senhor sou seu.


autora:emanuela

17 de mar de 2009

poemas4 o perdão de deus,eu preciso,mandrugada,somente o senhor

O PERDÃO DE DEUS
Autor: Denilson Alayon dos Santos
Enviado por: Denilson Alayon dos Santos em 20/10/2008

Todos estão afastados de Deus por causa do pecado,
Deus sempre buscou um relacionamento mais próximo com a humanidade,
Deus cria laços com o coração,
Deus pessoalmente fez contato conosco ao enviar seu Filho Jesus Cristo,
Deus amou o mundo de tal maneira que entregou seu Filho Unigênito,
Deus fez aliança de amor que foi confirmada pela morte de Jesus na cruz,
Fomos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho Jesus,
As condições para receber a graça, a misericórdia e a paz de Deus,
É através do arrependimento, da fé e guardar a verdade,
A conversão consiste na transformação de uma pessoa quando abandona o pecado,
O perdão de Deus, através de seu Filho Jesus Cristo, está ao alcance de todos,
Vivemos a nova vida em Cristo, quando vivemos como Ele viveu,
A maior cegueira que existe,
É a das pessoas que se recusam a abrir os seus olhos para a luz verdadeira.


EU PRECISO
Autor: Denilson Alayon dos Santos
Enviado por: Denilson Alayon dos Santos em 20/07/2007


Preciso de amor no coração, para poder amar sem parar;

Preciso te louvar, pois o Senhor é grande merecedor;

Preciso de entendimento, para compreender a vida;

Preciso te glorificar, pois o Senhor merece toda atenção;

Preciso de humildade, para reconhecer minhas limitações;

Preciso te agradecer, pois o Senhor é amigo verdadeiro;

Preciso de alegria na alma, para sorrir no amanhecer;

Preciso te honrar, pois o Senhor merece toda glória;

Preciso de força, para vencer as dificuldades;

Preciso te reverenciar, pois o Senhor é digno de adoração;

Preciso de persistência, para seguir firme sem me abalar;

Preciso te adorar, pois o Senhor merece toda consideração;

Preciso de discernimento, para conhecer a tua vontade;

Preciso te agradar, pois o Senhor é o Deus eterno.





MADRUGADA
Autor: ammis Reachers
Enviado por: Sammis Reachers em 10/05/2007

A placidez está a um passo dos teus gritos:
Basta dar este passo.

Pode crer, amigo:
Os filmes da madrugada não foram mesmo feitos
Para remediar angústias.
Nesta noite (e em todas as noites?) você nem se dá conta,
Mas a sua dor e sua variada programação têm um interruptor:
Acionando o controle remoto, você viaja...
E em um dos canais,
Alguém fala de Cristo,
E seu poder trans-formador.

Hoje você está meio louco, pára um pouco,
Resolve ouvi-lo.

E o cara, de fala firme,
Que de Cristo fala
Fala-lhe de algo:
Cristo lhe oferece uma mão
Mas uma MÃO
Que formou todas as mãos estrelas hipopótamos riachos anjos paisagens elementos periódicos pessoas e veio aqui
Nesta terra que gira
Morrer por você.
Isso, se admitido, muda muita coisa,
Muda o termo de tudo: o máximo fez-se mínimo
(manjedoura – andanças – cruz)
Por nós, que satanás quer fazer crer
Que viemos do nada.

Você repara no homem que de Cristo fala,
Desconfia de seu terno,
"mais um papa-dinheiros".
Pena que (e não conheço esse
que agora lhe fala) o homem
Que de Cristo fala não prioriza relatar
A sua (dele) vida:
Será sempre a história de um heróico resgate.
Pois as ações de Deus principiam por uma salvação.
E o pregador, loquaz, lhe fala de Paz,
paz paz paz paz paz paz paz
Mas não a paz das passeatas, não a paz dos acordos,
Paz de hominídeos: Mas da Paz de Deus,
Além da sua imaginação.

E Você quer ver, mas algo como que lhe manda mudar,
mas você (ainda assim e exaustivamente) sabe,
Quanto aos outros canais,
seus filmes da madrugada são reprises de velhos filmes
Reprisados à exaustão no diurno plantão,
No diuturno mundo.
Mas uma voz de amargura diz a madrugada
Tem sempre histórias malcontadas
(Como a querer dizer que você
talvez não esteja entendendo o
que está começando a entender),
e você acaba adormecendo,
Em meio a ela,
Em meio aos filmes que Hollywood ou os monsieurs
Não fizeram mesmo para calar angústias,
Em meio à própria insônia.

Mas contra este sono incipiente
a sua angústia velha e rabugenta
discursa hoje como um De Gaule,
Um Fidel, um qualquer que a razão humana
Cegou. Ela discursa, ela relembra detalhes
De dor. Tua dor.
Detalhes que lhe cansam, e permanecem.

O homem da TV chama um vídeo-clip,
Uma mulher que você acha cabeluda, mas de voz arrasadora
Canta, canta como você nunca ouviu
(Palavras doces, que cortam)
e chega a um verso assim:
“Ajoelhe-se e clame...”

E de repente,
Entre tudo isso que a madrugada amontoa,
Entre gritos por dentro e barulhos desertos,
Entre filmes mudos sobre vaidades,
Algo improvável para quem está do lado
De fora da sua casa ocorre,
Algo vulcânico, inadiável, algo que fala,
Que grita em voz tenórica sobre rupturas e resgates...
Lágrimas, lágrimas hiper-retro-retidas explodem,
Você se derrete do sofá ao chão,
E abre a sua boca e asas e coração...

E sabe, entre seus soluços,
Que agora pertence ao Cristo.

E agora (e este é o AGORA por quem todos os outros
agoras existiram)
Você está nEle, e Ele em você.
E você não vê
Mas as trevas da noite, lá fora,
Como que se incendeiam,
E a filmografia holiudiana passa a ser
Apenas filmografia,
E as vaidades passam a ser
Só vaidades,
E a angústia passa a ser só mais um
Dos palácios do inferno,
Que só seus vizinhos o sabem, só o mundo
Sem Cristo...
E a dor é enterrada nos morros de Hollywood,
Nas literaturas da França,
No peito de satanás:
E você está livre.
E a vida
- olha que coisa mais inesperada, mais inesperável –
Passa a fazer SENTIDO.
E você vê que seus avós erraram:
Cristo é muito mais que catedrais, estátuas,
Rezas decoradas:

Cristo é Vida, Cura e Liberdade.

Do livro ' A Blindagem Azul',
disponível para download gratuito no site
www.letrassantas.blogspot.com





SOMENTE O SENHOR
Autor: Denilson Alayon dos Santos
Enviado por: Denilson Alayon dos Santos em 15/01/2007


Somente o Senhor tira da lama e levanta a moral;
Somente o Senhor traz a razão para o viver;
Somente o Senhor renova com sinceridade o coração;
Somente o Senhor devolve a dignidade que já não existe;
Somente o Senhor faz descobrir como é ótimo amar;
Somente o Senhor coloca a pureza na alma;
Somente o Senhor restaura com sua palavra perfeita;
Somente o Senhor desabrocha a alegria que está escondida;
Somente o Senhor estabelece a vitória para sua glória;
Somente o Senhor dá as mãos quando se está perdido;
Somente o Senhor encobre com esperança os sonhos dourados;
Somente o Senhor ilumina o caminho e mostra a saída;
Somente o Senhor fornece energia para que o brilho reluza;
Somente o Senhor dá a paz e o prazer de adorá-lo sempre.


http://www.emjesus.com.br/index.php?area=poemas&pagina=1

poema 1 jerusalem terra de cristo

Jerusalém terra de Cristo

O Jerusalém, terra do meu mestre.
Tão formosa e tão bela és meu encanto
Tenho por ti muito amor, pois é a cidade
do meu Rei.
É o mais belo lírio escolhido por Deus
Para aconchegar o meu cristo.
A como te posso dizer que és meu encanto
Me alegrarei em tuas ruas,eu catarei cidade santa
Teu nome me lembra o eterno, que me faz desejar o seu dia.
Os meus olhos querem ti ver, porque você me traz ele.
Tua é a chave da historia, traz o começo e também o fim.
De ti veio a minha fé, de teus contos reconstruímos vidas.
Tu és a terra do meu Cristo, vivo!
Se ai pisar direi, meu mestre pisou aqui!
Se a ti eu for, subirei ao monte das oliveiras para chorar.
Em tuas arvores verei Zaqueu, nos teus montes a rude cruz,
Em teus palácios a marca de uma historia
Em tuas ruínas, só lamentações, tuas ruas são lembranças,
Fostes viu e cruel, mais a ti ele perdoou.
Em ti sou estranho e estrangeiro,
Sou gentio, atravéz dele foi gerado, filho por adoção,
Também nos deu seu perdão.
Ó sofredora cidade do Rei
Meu amor abundou por ti, por causa dele,
Es amada pelo nome dele,
É bem vida porque de ti ele surgiu.
Diga seus seguidores em todas as nações
Hora vem Senhor Jesus!
Vem em busca do teu povo que ti chama!

Autora: Emanuela

5 de mar de 2009

poema 1,jesus esta voltando,

Jesus está voltando

Tipo: Poesias / Autor: Autores Diversos

JESUS ESTÁ VOLTANDO!

Dias finais já chegaram
a moralidade está mudando
todos os sinais já declaram:
- Jesus está voltando!

\"Esse crente é um louco\"
você deve estar pensando
é seu ouvido que tá mouco
- Jesus está voltando!

Se não crê nas profecias
a Bíblia vai confirmando
que são os últimos dias
- Jesus está voltando!

Examine a Escritura
é Jesus que tá mandando
este mundo é uma loucura
- Jesus está voltando!

O fim se aproxima
os dias estão voando
pode olhar para cima
- Jesus está voltando!

Jesus é o nosso socorro
quem está nos guardando
é pra Ele que eu corro
- Jesus está voltando!

Só nEle há salvação
o que está esperando?
tome a sua decisão
- Jesus está voltando!

Prepara-te, já é noite
não fique aí vacilando
vem o dilúvio do açoite
- Jesus está voltando!

Esse mundo é passageiro
tudo vai se acabando
o Céu, sim, é verdadeiro
- Jesus está voltando!

Quer viver eternamente?
Jesus está te esperando
e Ele jamais mente
- Jesus está voltando!

Ouça, se tens ouvido
o Espírito Santo falando
este mundo está falido
- Jesus está voltando!

Os crentes já vão embora
e todos eles cantando
já é a última hora
- Jesus está voltando!

Pr.Airton Costa
http://www.palavradaverdade.com/

poemas 3,meu grande amigo,pois os seus são ceus do Senhor,Deus e homem

Meu Grande Amigo JESUS CRISTO

Publicado por amizadepoesia em Março 31, 2008

Companheiro de todas as horas, neste momento meu coração chora.
Todo momento de decisão é dificil, e tem vezes que dá vontade de jogar tudo fora.
Tudo ia tão bem, tão certinho, tranquilo como o barco navegando,
no plácido mar de águas azuis. Mas de repente, um solavanco,
nem deu tempo de jogar a âncora.
Naufragaram os sentimentos, molharam-se as certezas, sobraram
apenas pedaços toscos de esperanças quebradas, à deriva, mais nada.
Perdida no oceano das emoções, venho pedir-te, meu bom amigo, não me
deixes soçobrar nas ilusões, que margeiam a escada da vida, na cegueira dos sentidos.
Faze com que vagarosamente, possa alcançar cada degrau desta escada,
envolta na paz de espírito, coração leve,
mente altruista e sobretudo, a ninguém magoar!

Guida Linhares
http://amizadepoesia.wordpress.com/2008/03/31/meu-grande-amigo-jesus-cristo/


Pois os céus são os céus do Senhor
deito-me do alto da serpente,
como quem tange a cítara do sol
dedilho as sensações
da queda

entôo salmos, em alumbramento
finco minhas mãos
à Mão da Rocha

caio célere olhos destros centrados
nos sinistros e furibundos olhos da sErpeNtE
que os atém ao alto, amaldiçoando
em língua bífida
o milagre que me permite
à morte em seu dorso

d e b a n d a r

olha o céu que a esmigalha por dentro
odiosa desta sutil estranha maravilha
que me faz cair para cima

ao longe vejo O Calcanhar
ainda esmagar-lhe a cabeça,
eu municiado com o sorriso em
lâminas de luzes
que Cristo plantou em meu rosto,

rosa voltaica que a horroriza.



Deus e o homem
Quando, no silêncio da noite,
Olhas o céu estrelado
E te admiras da sua beleza,
Talvez não perguntes:
- Quem o fez?

Se é dia,
Se o Sol te acalenta,
Se a luz te sustenta,
Quem sabe, nem penses:
- Quem foi que o fez?

À tarde, diante das ondas
Que suaves se estendem
Na areia do mar,
Talvez não indagues,
Talvez nem percebas:
- Quem foi que as fez?

No entanto,
Se a dor te atormenta,
Se a lágrima tenta
Rasgar tua face,
Qual gume cruel,
Bem sei, tu reclamas:

- Oh! Pai, me sustenta,
Acalma meu peito,
À dor dá-me alento,
Oh, vem, por Jesus!

http://poesiaevanglica.blogspot.com/2009/02/um-poema-de-celeste-machado.html

poema 1,a fidelidade de cristo

POEMA À FIDELIDADE DE CRISTO CALMEIRO MATIAS

GLÓRIA A TI, JESUS CRISTO


Senhor Jesus Cristo,
Ajuda-nos a cultivar a sabedoria que nos vem da cruz,
A qual nos fala da tua fidelidade incondicional à missão Salvadora que Deus te confiou.
Que nós aprendamos de ti o caminho da fidelidade à nossa missão,
Sabendo que dessa fidelidade pode depender a felicidade de milhares de irmãos nossos.
Queremos ser mediação do amor de Deus para os irmãos,
Como tu foste para nós.
Glória a ti, Jesus Cristo!
A tua morte violenta,
Fruto abominável da ingratidão humana,
Dá-nos a certeza de que Deus toma partido pelos que gastam a vida pela causa do amor.
Ressuscitaste,
Jesus Cristo,
Porque Deus não permite que o justo seja destruído pelas forças da iniquidade.
Glória a ti Jesus Cristo!
Tu que eras o Filho Unigénito de Deus,
Pela Encarnação,
Decidiste ser nosso irmão.
Deste modo te tornaste o primogénito de muitos irmãos.
Em ti,
Cristo Bendito,
O humano e o divino estão organicamente unidos.
Esta união orgânica é dinamizada pelo Espírito Santo.
Eis a razão pela qual a nossa Fé proclama que a Encarnação do Filho de Deus aconteceu pelo Espírito Santo.
Glória a ti Jesus Cristo!
De modo plenamente livre decidiste ser nosso irmão,
Filho eterno de Deus!
A tua opção de te exprimires em grandeza humana no Filho de Maria,
Fez de ti o primogénito de muitos irmãos.
Ao ressuscitares,
Destes-nos a possibilidade de interagir de modo intrínseco com o Espírito Santo,
Condição para sermos incorporados e assumidos na Família de Deus.
Eis a razão pela qual te tornaste a cabeça da Nova Criação.
Glória a ti, Jesus Cristo!
São Paulo entendeu muito bem a condição de Salvador da humanidade quando escreveu:
“Se alguém está em Cristo é uma Nova Criação.
O que era antigo passou.
Eis que tudo se fez novo.
Tudo isto vem de Deus que,
Cristo,
Nos reconciliou com Deus,
Não levando mais em conta o pecado dos homens” (2 Cor 5, 17-19).
És de facto,
Como diz a Primeira Carta a Timóteo,
O único medianeiro entre Deus e o Homem (1 Tim 2, 15).
Glória a ti, Jesus Cristo!
Senhor Jesus,
Dá-nos a força do Espírito Santo,
A fim de vivermos unidos a ti a força da ressurreição,
Bem como a Vida Nova que resulta do facto de,
Em ti,
Termos sido reconciliados com Deus!
Adão foi criado à imagem e semelhança com Deus.
Mas não aceitou esta sua condição de ser criado á imagem de Deus.
Por isso foi infiel,
Pretendendo ser igual a Deus.
Tu,
Pelo contrário,
Com a tua fidelidade incondicional,
Colocastes-nos de novo no caminho da comunhão com Deus.
A Carta aos Colossenses descreve este contraste de modo muito bonito:
“Jesus Cristo é a imagem perfeita do Deus invisível,
O primogénito de toda a Criação,
Pois foi de acordo com ele que todas as coisas foram criadas,
Tanto as do Céu como as da Terra.
As visíveis com as invisíveis:
Tronos,
Dominações,
Poderes e autoridades.
Tudo foi criado nele e por ele.
Ele é anterior a todas as coisas e todas subsistem por ele.
Ele é a cabeça da Igreja.
É o princípio,
O primogénito de entre os mortos,
A fim de ter a primazia em todas as coisas.
Aprouve a Deus que,
Nele,
Habitasse toda a plenitude,
Afim de nele e por ele reconciliar consigo todas as coisas” (Col 1, 15-20).
Glória a ti, Jesus Cristo!
Ajuda-nos,
Jesus Cristo,
A libertar-nos dos fardos que bloqueiam a nossa caminhada para ti.
Dá-nos a força para nos libertarmos dos nossos antigos ódios e ressentimentos.
Dá-nos a capacidade para nos libertarmos dos sentimentos de fracasso e incapacidade,
Das nossas divisões e da pretensão de sermos superiores aos irmãos de outras raças,
Línguas e nações!
Ajuda-nos a ser o verdadeiro povo de Deus, escolhendo como lei o amor e como Sabedoria a tua palavra.
Faz que a tua graça confira sempre uma nova qualidade à nossa vida comum e sem grande capacidade renovadora.
Deste modo seremos realmente o povo e Deus!
Glória a ti, Jesus Cristo!
Pai Santo,
Ajuda-nos a ser fiéis,
A fim de que a nossa vida com Cristo possa desenvolver-se de modo harmonioso.
Deste modo poderemos partilhar a vida nova no Espírito,
A fim de sermos no mundo o sinal de que os homens já têm acesso ao fruto da Árvore da Vida eterna (Jo 15, 1-8).


http://www.calmeiro-matias.com/poemaafidelidadedecristo.htm