10 de set de 2009

cura,grao de mostarda,misericordia

http://poesiaevanglica.blogspot.com/

Cura

Só o Criador pode limpar um coração
Das cicatrizes que o amor deixa ao partir,
E restaurar um indivíduo em Suas mãos:
Recarregá-lo pra batalha do existir.

Somente em Deus há cura pra desilusão,
Pois Sua voz faz nossa vida ressurgir,
Faz nosso olhar desenvolver outra visão,
E ensina o amor a quem queria desistir.

Só Ele tem as chaves que dão liberdade
Dos mil grilhões que tolhem a felicidade
De quem já amou até o limite do possível...

Porque só Deus; que é o Próprio Amor; que fez o homem;
Já suportou toda a aflição que nos consome:
O Amor de Deus, somente, é insubstituível..
.
Ederson Peka
16/11/2006


Grão de mostarda

Gigante ferido,
Sentimento doído,
Beleza escondida,
Alma sem vida.

Coração intocado,
Vazio danado,
Solidão cruciante,
Tristeza constante.

Luz fenecente,
Eu descontente,
Energia contida,
Porém resistida.


Rosely T. Sales
16/12/2007



Misericórdia...

Tem misericórdia de mim, Deus;
Tem misericórdia de mim!

Esmaga os meus inimigos!
Reduze-os a pó!
Tira de mim esse mal,
Não deixe-me ficar só.

Vinga-me dos que querem meu mal,
Liberta do mal minha alma;
Me diz o que fazer com essa raiva,
Me dá o sono e me acalma.

Quero chorar, não consigo,
Quero dizer e não sai,
Quero gritar u´a vez mais
E dentro de mim se esvai.

Dói tudo dentro de mim;
Eu nem respiro, nem grito;
Fico a escrever e sem ver
Solução pro coração tão aflito.

Tem misericórdia de mim, oh meu Deus;
Tem misericórdia de mim!

Agora já respiro melhor;
Agora já parece, vem o sono;
Vem pra perto de mim, me adormece,
Me cuida daí do Teu trono

Rosely T. Sales
20/12/2007



Sem Amor

Sem amor
Nada posso fazer
Para alegrar-Te
Senhor

Posso subir os mais altos montes
E mais próximo do céu
Entoar louvores

Posso caminhar
No mais seco deserto
E ali Te buscar

Posso alimentar
Os mais humildes pobres

Mas sem Amor
Nunca Te alegrarei
Senhor.



Certezas

Acordo todas as manhãs
Manhãs como esta
Acordo feliz
Descansado
Preparado
Acordo
Conto os minutos
O relógio avança no tempo
Os compromissos surgem ao tocar dos sinos
Mas antes
Antes que o mundo desabe sobre mim
Com seus minutos e segundos
Oro e reflito
Oro e conto
Conto as certezas
Certezas que fortalecem meus passos
Certezas que fluem em meu coração
Certezas como estas:
Certeza que existe um Deus maravilhoso que se preocupa comigo
Certeza que Jesus morreu na cruz para salvar a minha vida
Certeza que esse mesmo Deus (Espírito Santo) habita em mim
Certeza que pertenço a uma família maravilhosa, família que serve a Deus
Certeza que Deus que colocou a Vivi em meu coração, e Ele se alegra em nós
Certeza que Deus tem uma igreja fiel e perseverante; Ele me chamou para fazer parte dela
Certeza que um dia irei morar lá com Ele
Certeza que....
Certeza....
São certezas
Certezas que ao fim do dia
Devem estar claras
Devem
Devem ser
Certezas

Visitem o blog do autor: http://marcospedrazzini.blogspot.com/


Minhas Mãos

Nasci com duas mãos...
Mãos simples.
Mãos úteis.
Mãos talentosas.
Mãos expressivas.
Mãos singulares.
Deus me deu duas mãos...
Porque duas mãos?
Para que duas mãos?
Quando usá-las?
Onde usá-las?
Como usá-las?
Parei, contemplei minhas mãos e
meditei...
Estão ajudando aos outros?
Estão servindo diariamente?
Estão trabalhando em qualquer lugar?
Estão expressando amor?
São dedicadas a Deus?
Ó Senhor, eis aqui as minhas mãos!



Alguém

Andei na multidão...
Senti-me só.
Ninguém me ajudou.

Cheio de problemas,
Desentendimentos,
Desapontamentos,
Tristezas.
Andei procurando ajuda...
Mas ninguém quis me ajudar.
Nem amor cristão encontrei.

Anos passaram...
Os fardos tornaram-se mais pesados.
Tropecei, caí, levantei-me.
Tropecei, caí, levantei-me de novo.

Achava que os amigos podiam ajudar;
Sim, e os colegas de trabalho;
E outros desconhecidos.
Mas nenhum deles estendeu-me a mão.

Andei na multidão...
Ainda senti-me só,
Mas, um dia, um rosto apareceu,
Alguém para me ouvir,
Alguém para me ajudar.

Os fardos caíram dos ombros,
As tristezas se tornaram em alegrias.
E eu encontrei paz no coração.

A multidão não tem rosto,
Nem sentimentos,
Nem personalidade,
Nem amor.
Ninguém tem nome.

Mas eu encontrei alguém.
Alguém tem nome,
Ouvidos para ouvir,
Coração para amar.

Fonte: Revista Visão Missionária - Editora UFMB - Jan-Mar de 1984

Verei a face de meu Deus

Senhor já estou pronto!!!
Estou esperando por seu retorno triunfal!
Você virá em breve.
Este mundo não tem nada para mim.
Encontro minha paz e alegria apenas,
Em você... Oh Senhor. Apenas em você.
Quero que o mundo veja que você está vivo e que habita em mim.
Deixe-me ser parte da colheita, pois os dias são poucos.
Você virá em breve.
Estejam prontos, Jesus está voltando, logo estaremos indo para casa.
Jesus está voltando para levar os seus.
Haverá um dia em que seremos separados à direita e à esquerda, aqueles que o conhecem e aqueles que não o conhecem.
Aqueles que te conhecem bem o encontrarão em pleno ar. Aleluia!
Deus está conosco.
Ah!, meus amigos, vejam...
Haverá um dia em que seremos contados,
Então o conheçam bem!
Deus seja louvado!

Fonte: http://www.verbalizar.com.br/

SAUDADES DO AMADO

Estou em terra estranha
Longe do meu lar
E sem ver sua face
É mais difícil ficar

Não me adapto com este mundo
Que tão confuso é em meus olhos
Sou estrangeiro para todos
Admirado, escarnecido...

Sinto fortemente a presença
O calor de suas mãos
Teu olhar me acompanhando
Em meio à escuridão

Bom que enviaste um amigo
Que guia-me na jornada
Curando as feridas
Causadas na estrada

Mas sinto sua falta
Quantas saudades, amado meu...
Minha alma inquieta
Espera os braços seus
*

quando eu acordar na gloria,a salmo da salidão,quero ser,aparencia,depois,jesus,emanuel,fé

Quando eu acordar na glória

Quando eu acordar
na Glória,
nem sonhos nem pesadelos
irão perturbar jamais
a radiosa aurora.

Quando eu acordar
no Além,
nem dores nem gritos,
descompassados e inertes
cercarão meu tálamo
que eu quereria dourado.

Quando eu acordar
na resplandecente aurora,
meu fardo,
pesado e medonho
de angústias e incertezas,
não estará no momento
do transpor da Eternidade.

Quando eu acordar
na Glória
e cercar a realidade,
não terei nem preso a mim
o fio ténue e espesso
do relembrar da memória
de dias negros e passados
de infinita tristeza.

Quando eu acordar
na Glória,
viverei a felicidade
aqui somente entrevista
sentida em sonhos
de dia claro,
mas jamais atada a mim
como realidade perfeita.

Quando eu acordar
na Glória,
a lágrima que, ora, presa
nesta faixa de humano,
rola grossa e farta,
contando de mundos
perdidos
e ansiedades falhadas,
seca para sempre
estará,
cedendo lugar vitorioso
ao sorriso de alegria
de um novo viver sempiterno.

Quando eu acordar
na Glória
― ah! dia mais desejado ―
nem ríctus de dor,
de angústia,
de tristeza velada,
jamais ensombrarão meu ser
que nova luz
radiosa
brilha para sempre imortal.

Quando eu acordar
na Glória,
meu coração destroçado
banhado em lágrimas amargas
que o cercam e o aninham
reviverá para sempre
com um canto novo
de gozo e de louvores
na certeza retumbante
de uma vitória eternal.


Visite o blog do autor: http://ida-poiesis.blogspot.com/


O Salmo da Solidão


Junto às torrentes frescas assentados,
cativos, tristes, pobres e humilhados
e sem vislumbre de consolação,

na Babilônia, muita vez choramos
quando, cheios de angústia, nos lembramos
das glórias fascinantes de Sião.

Nossas harpas estavam desprezadas,
nos ramos dos salgueiros penduradas,
mudas, sem vibração, quietas e sós,

porque os soluços da tristeza infinda
e os dolorosos ais de certo ainda
enchiam de temor a nossa voz.

Aqueles que cativos nos levaram
e as nossas tendas logo derrubaram,
sem reparar a nossa humilhação,

para afligir-nos ainda mais, pediam
que cantássemos e eles ouviriam
os salmos e as cantigas de Sião.

Como, porém, podíamos, um dia,
mudar nossa tristeza em alegria
e transformar em riso a nossa dor?

Mas inda assim, exaustos e abatidos,
amamos nossos íntimos gemidos
e, humildes, bendizemos o Senhor.

Do livro A Maravilhosa Luz


Jesus

Jesus,
Você é o meu caminho preciso,
O meu horizonte cristalino,
A minha luz indescritível,
O amor inigualável,
O olhar mais puro,
O sorriso mais amigo,
O maravilhoso magnetismo,
Atraindo-me para o a m o r.

Jesus,
Você é a minha esperança/certeza na vida eterna.
Jesus,
Você é a fé e o amor pulsando em meu coração.

Poesia de Moacir Sader


APARÊNCIA
Autor: Denilson Alayon dos Santos
Enviado por: Denilson Alayon dos Santos em 13/04/2009
Visualizações: 292



A vida não resulta de aparência piedosa,
Mas de ação humilde,
A vida não depende de aparência formosa,
Mas de atitude sincera,
Para conseguir a bem-aventurança,
Basta apegar-se no amor de Deus,
E viver na retidão,
O coração limpo e submisso tem mais crédito do que a aparência,
A vida não provém de aparência religiosa,
Mas de comportamento justo,
A vida não procede de aparência agradável,
Mas de ato bondoso,
Para obter a felicidade,
Basta apoiar-se na graça de Deus,
E viver na santidade,
O coração puro e obediente tem mais valor do que a aparência.



QUERO SER
Autor: Denilson Alayon dos Santos
Enviado por: Denilson Alayon dos Santos em 26/03/2008
Visualizações: 866



Senhor Todo poderoso,

Quero ser o menor, para que o Senhor seja grande;

Quero ser íntegro, para que o Senhor seja adorado;

Quero ser amoroso, para que o Senhor seja conhecido;

Quero ser sensato, para que o Senhor seja importante;

Quero ser obediente, para que o Senhor seja engrandecido;

Quero ser invisível, para que o Senhor seja perceptível;

Quero ser pacífico, para que o Senhor seja valoroso;

Quero ser transformado, para que o Senhor seja único;

Quero ser honesto, para que o Senhor seja honrado;

Quero ser humilde, para que o Senhor seja exaltado;

Quero ser submisso, para que o Senhor seja admirado;

Quero ser pequeno, para que o Senhor seja o maior;

Quero ser puro, para que o Senhor seja aclamado;

Quero ser sincero, para que o Senhor seja amado.





DEPOIS
Autor: Denilson Alayon dos Santos
Enviado por: Denilson Alayon dos Santos em 07/05/2008
Visualizações: 547



O Senhor muda a situação,
Depois do inverno vem o verão,
Abandone o engano e prove a verdade,
Depois da escuridão vem a claridade,
Deixe o pecado e busque a santidade,
Depois do plantio vem a colheita,
Semeie o amor e colherá alegria,
Depois do frio vem o calor,
Largue o materialismo e aqueça o espiritual,
Depois da noite vem o dia,
Reconheça os erros e terá o perdão,
Depois do deserto vem a renovação,
Seja obediente e receberá salvação,
O Senhor Jesus transforma o coração.


Emanuel

-Ó, profundidade do amor divino!
Mesmo sendo Príncipe, sendo Deus,
Rei da Santidade, Senhor dos Céus,
Deixa as ruas d'ouro e Se faz Menino.

Luz do Firmamento, Fulgor da Aurora,
Troca o brilho eterno que o Céu contém
Pela escuridão do lar de Belém,
Sob a luz da Lua, na manjedoura.

Pai da Eternidade, é o Autor da Vida;
Filho de Davi, Filho de Maria,
Antevendo a cruz e a ressurreição,
Cumpre o bebezinho o divino plano.
Cantam anjos mil glória ao Deus-humano:
-Ó, milagre imenso da encarnação!

Ederson Peka
22/12/2006


Caminha, menino poeta,
Ciente do bem da intenção;
Prossegue, focado na meta,
Mirando o real galardão.
Tem fé, que a justiça terrena
É falha, mas não é final;
Tuas causas, da grande à pequena,
Confia ao sobrenatural.
Caminha, menino, que a veia
Que pulsa a impelir toda arte
Em ti não se engana: és poeta!
E o bem que tua pena semeia
Bem há de brotar, cedo ou tarde,
Tornando a poesia completa.